Entrevista de Emprego | UTP - Universidade Tuiuti do Paraná

A busca de oportunidades no mercado de trabalho é um grande desafio para a maioria dos profissionais. Ter um excelente currículo, conhecer o mercado, ser dinâmico, demonstrar interesse, são qualidades importantes no processo de (re) colocação profissional, mas podem tornar-se insignificantes, caso não se saiba como se comportar durante uma entrevista de seleção.
A entrevista é considerada a ferramenta mais importante do processo seletivo. Portanto, preparar-se é determinante para passar mais tranqüilamente por este processo.
Existem algumas regras que fazem parte do manual de boas maneiras de todo candidato.

Conhecer a empresa. É adequado visitar o site da empresa, buscar informações relacionadas a ela e ter clareza sobre o cargo ao qual concorre.
Não se atrasar para a entrevista. Calcular o tempo que levará para chegar até o local da entrevista para não correr o risco de se atrasar. O ideal é chegar com antecedência de 15 minutos e, jamais ir acompanhado. A entrevista é marcada apenas com o candidato.
A apresentação pessoal é outro fator importante, já que a primeira impressão poderá ser decisiva. Siga as regras básicas: roupas e cores discretas, cabelos penteados, unhas limpas, sem abuso no perfume. Para os homens, a barba bem feita e, para as mulheres, cuidado com decotes, transparências, cumprimento da saia e exageros na maquiagem. Pesquisar como as pessoas da empresa costumam se vestir, facilitará a escolha do traje mais adequado para a entrevista, além de deixá-lo mais confiante e dentro do perfil.
Cuidado com a postura, antes e durante a entrevista. A avaliação inicia-se no primeiro contato com o candidato, ainda que seja por telefone ou por e-mail. Assim, demonstre interesse e entusiasmo e não faça perguntas sobre assuntos que, com certeza, serão abordados durante a entrevista (salário ou benefícios).
Celular ligado, insegurança sobre as informações fornecidas no currículo, nervosismo, contradições, falar mal de empresas onde trabalhou anteriormente, mentir, alongar-se demais nas respostas, elogiar exageradamente a si próprio, declarar-se avesso a novidades e desafios, uso de gírias, expressões chulas e palavrões, são alguns exemplos do que deve ser evitado durante a entrevista.
A capacidade de relacionar-se de forma positiva e amigável com os pares e superiores, a habilidade em trabalhar em equipe, vontade de aprender são fatores muito valorizados pelas empresas nos dias atuais. Portanto, aproveite a entrevista para demonstrar suas reais competências, com comprometimento e transparência.
Boa sorte e sucesso!

Jeanete Lima
Ex-aluna da UTP e psicóloga de Recursos Humanos.