PORTAL UTP
Premio+Ser+Humano_Nupri

Alunos da UTP e Risotolândia recebem Prêmio Ser Humano 2016

A Universidade Tuiuti do Paraná e a Risotolândia, uma das maiores empresas de refeições coletivas do país, tem uma parceria chamada Núcleo de Pesquisa Risotolândia (NUPRI), em que quatro alunos dos cursos de Engenharia Mecânica e Nutrição da UTP foram contratados como trainees e realizar projetos de melhoria da empresa. A parceria já rendeu frutos para a Risotolândia, que recebeu o 1° lugar no Prêmio Ser Humano da ABRH/PR, na categoria Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social.

Matheus Natã de Oliveira tem 21 anos, cursa o 8° período de Engenharia Mecânica e trabalha há quase dois anos no NUPRI, na área de Projetos e Desenvolvimento, como Engenheiro Mecânico Trainee. Ele faz parte da equipe que desenvolveu o projeto premiado. “O prêmio foi um reconhecimento do trabalho árduo e desenvolvido para a sustentabilidade e viabilidade dos projetos. A responsabilidade de projetar e dimensionar está atrelada à liberdade que temos para propor soluções, dentro dos limites da Engenharia, é o que torna os resultados satisfatórios”, disse Matheus.

As pesquisas e projetos realizados pelos alunos são voltados para o desenvolvimento e inovação tecnológica. O objetivo é realizar pesquisas que promovam a melhoria em diversas áreas da produção com o desenvolvimento de novas tecnologias, reaproveitamento e redução de custos, sem deixar de lado a qualidade do produto final.

OS PROJETOS – Foram desenvolvidos: projetos de adequações de sistemas geradores de energia térmica (combustível fóssil (GN) ou a Biomassa), que reduzirão os gastos com insumos convergindo com a gestão sustentável pela baixa emissão de poluentes, eficiência na queima, redução no volume de matéria prima entre outros. Adequações nos sistemas elétricos para o ingresso no Mercado Livre de Energia, incentivando a geração de energias alternativas por parte dos fornecedores já que a energia que consumimos é 100% de fontes renováveis, trazendo para realidade da Risotolândia economias significantes.

“A experiência de trabalhar na Risotolândia, desenvolvendo projetos, permite que os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula tornem-se conhecimentos práticos e usuais no dia-a-dia do Engenheiro. Somos não apenas profissionais melhores, mas, pessoas melhores, mediante o fato de construir um legado de trabalho coerente e com qualidade, propondo soluções baseando-se nas ferramentas de Engenharia”, complementou Matheus.

Tweet about this on TwitterShare on FacebookGoogle+

Deixe um comentário

1 Comentário em "Alunos da UTP e Risotolândia recebem Prêmio Ser Humano 2016"


Visitante
Walasse
5 meses 27 dias atrás

tooop