PORTAL UTP
foto-site-09

TUIUTI: 60 anos de educação com Promoção Humana

Fundado em 1958, pelo oficial da Arma da Infantaria, professor e educador Sydnei Lima Santos, o pequeno curso Tuiuti foi o início de uma trajetória de muita persistência e amor à educação, amor à promoção humana. Hoje, a Universidade Tuiuti do Paraná comemora 60 anos de uma história que se mistura à história de milhares de pessoas que passaram por suas salas de aula e levaram consigo a semente da educação.

coronel

Ao lado da esposa Maria de Lourdes Rangel Santos, o jovem Sydnei não pensou duas vezes para transformar a sala de estar da casa da família em uma sala de aula. Nascia ali o curso Tuiuti. O embrião do que viria a se tornar o legado do casal que dedicou boa parte da vida à formação de gerações e a construção da Universidade Tuiuti do Paraná, sempre guardando duas características: fazer da instituição um prolongamento da casa deles e dos alunos, uma extensão da família.

O curso preparatório cresceu e se modificou. Por mais de duas décadas, a Tuiuti foi a única instituição educacional do Paraná a oferecer ensino pré-escolar; de 1º e 2º graus e Ensino Superior.

Campus_champagnat-full

A primeira unidade de Ensino Superior, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, em 1973, oferecia os cursos de Pedagogia, Psicologia e Letras. Em 1981, foram criados os cursos de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Em 1990, seguiram-se os cursos de Processamento de Dados, Odontologia e, no ano seguinte, o curso de Direito. Em 1993, a Tuiuti consolidou-se em Faculdades Integradas da Sociedade Educacional Tuiuti – FISET, ampliando a oferta de cursos que atendiam às demandas da sociedade e em 7 de julho de 1997, foi criada a Universidade Tuiuti do Paraná. A primeira universidade particular de Curitiba nasceu com 17 cursos e uma orientação: “Tecer a alma da Universidade do Terceiro Milênio”.

A transformação em universidade permitiu um salto no desenvolvimento de pesquisa em consonância com o ensino e extensão. Foram criados os programas de Mestrados em Comunicação e Linguagens, Educação e Distúrbios da Comunicação, que em 2006 tornou-se também programa de Doutorado. O reconhecimento da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) – órgão governamental responsável pela autorização e avaliação da pós-graduação stricto sensu, aos programas confirmam a vocação universitária da Tuiuti.

Após a morte do coronel Sydnei (como ficou carinhosamente conhecido), em 2001, a direção da instituição passou aos três filhos do casal Lima Santos: Luiz Guilherme Rangel Santos (Reitor); Carlos Eduardo Rangel Santos (Pró-reitor Administrativo – In memoriam) e Afonso Celso Rangel Santos (Pró-reitor de Planejamento e Avaliação).

A Tuiuti não se contenta apenas em formar bons profissionais para um mercado em constante transformação. A instituição vai além. Com o comprometimento social da Promoção Humana indica caminhos aos futuros profissionais e cidadãos por meio de projetos pedagógicos consistentes e investe em programas permanentes de extensão que cumprem um papel social na comunidade. Ações como os pioneiros programas de inclusão e as diversas clínicas, núcleos e centros voltados ao atendimento da comunidade.

WhatsApp Image 2018-05-24 at 16.57.16

Tweet about this on TwitterShare on FacebookGoogle+

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!