Núcleo de Apoio Docente - NAD | UTP - Universidade Tuiuti do Paraná

No ano de 2015 foi criado o Núcleo de Apoio ao Docente – NAD, composto de oito professores nomeados pela Pró-Reitoria Acadêmica, que o coordena e vinculados à Coordenadoria de Capacitação Profissional.

Nessa perspectiva, o Núcleo promove a qualificação e o apoio aos docentes, por meio de ações estratégicas, tais como:  Laboratórios Pedagógicos, Oficinas temáticas, Seminários Pedagógicos, Debates, Grupos de Estudo e a divulgação de Textos Reflexivos, buscando aperfeiçoar o trabalho docente nos aspectos técnicos, pedagógicos, humano, institucional e interpessoal.

As ações articuladas às políticas institucionais e aos Projetos Pedagógicos de Curso devem promover a permanente revisão dos planos de ensino e de aula adequando-os às diretrizes curriculares, perfil do egresso, objetivo do curso, ementário, conteúdo programático, referências, recursos materiais, metodologia e avaliação. Da mesma forma, o NAD acompanhará as propostas de interdisciplinaridade nos cursos de graduação, refletidas nos projetos interdisciplinares.

Os objetivos do NAD são:

  • Instituir grupo de estudos e pesquisas para promover a formação continuada dos docentes, com ênfase nas práticas didático-metodológicas.
  • Complementar e aprofundar os conhecimentos em didática e em metodologia do ensino superior, por meio de estudos e pesquisas, capacitando os professores para o melhor desempenho das suas funções acadêmicas;
  • Colaborar na apropriação, pelo corpo docente, do Projeto Pedagógico Institucional da UTP;
  • Assessorar, organizar, acompanhar e/ou implementar ações e iniciativas de aperfeiçoamento do processo ensino e aprendizagem;
  • Oportunizar ao corpo docente, por meio de assessoria contínua e sistemática, a atualização didático-pedagógica;
  • Atender e coordenar trabalhos de capacitação pedagógica aos docentes da Instituição;
  • Contribuir com os professores, sempre que solicitado, no planejamento de ações de intervenção em sala de aula;
  • Orientar os professores quanto à definição dos critérios de avaliação e a escolha dos instrumentos avaliativos;
  • Promover encontros pedagógicos específicos por curso;
  • Ofertar oficinas pedagógicas e mini-cursos, em atendimento às demandas dos cursos de graduação e pesquisas desenvolvidas.